O que são palafitas?
Palafitas são casas sobre plataformas sustentadas por estacas ou pilotis de madeira, situadas em águas pouco profundas de lagos, rios e demais águas interiores. Desde a Pré-História, esse tipo de construção foi a forma encontrada para vencer as terras alagadiças. Acredita-se que as palafitas surgiram no Período Neolítico e, ainda hoje, é comum na África, Amazônia, algumas regiões da América do Sul – entre elas, a Venezuela –, e Nova Guiné. No Brasil, Alagados, na Bahia, é a maior favela de palafitas. Cidade superpovoada e sem infraestrutura, os habitantes de Alagados vivem em precárias condições de higiene e saúde. Os assentamentos antigos de maior concentração situavam-se nos lagos da Suíça e nas zonas fronteiriças da Alemanha, França e Itália. Até a Idade do Bronze – época em que surgiram as facas capazes de cortar árvores de diâmetro superior a 15 cm –, as palafitas eram instáveis. Sua construção obedecia a métodos que a arqueologia conseguiu reconstituir: troncos de árvores grosseiramente empilhados formavam os pilares, as paredes eram feitas de galhos entrelaçados e o chão era recoberto de terra batida para evitar incêndios.