Os vírus são considerados seres vivos?
Não há um consenso a respeito desse assunto. Alguns cientistas consideram os vírus seres vivos e outros não. Se forem considerados como seres vivos, eles têm de ser entendidos como uma categoria especial: a única que não é formada de organismos com estrutura celular. De acordo com a maioria dos microbiologistas, os vírus se encontram no limite entre o que pode ser considerado vivo e não-vivo, pois a única característica que eles possuem em comum com seres vivos é a sua capacidade de reprodução. Por essa razão, prefere-se utilizar os termos “funcionalmente ativos” ou “inativos”, em vez de “vivos” ou “mortos” para se referir a eles.