Busca  
  Física   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Por que ocorre a radioatividade?

A força nuclear forte impede que a força elétrica repulsiva, entre os prótons de um núcleo atômico, o desfaça. Porém, o alcance da força nuclear forte é muito curto quando comparado com o alcance da força elétrica e, para átomos que têm o núcleo muito grande, isso pode ser um problema.

Nos núcleos grandes, a força elétrica e a força nuclear forte têm intensidades próximas e elas começam a “competir entre si”, uma querendo ‘separar’ o núcleo e a outra querendo ‘uni-lo’. O núcleo fica instável devido a essa “disputa”, e a fim de alcançar maior estabilidade ele emite partículas.

A emissão dessas partículas é o que conhecemos por radioatividade. Essas emissões são conhecidas como decaimentos: α (alfa), β (beta) e γ (gama), as três primeiras letras do alfabeto grego.

As partículas emitidas são diferentes para cada tipo de decaimento, e elas são:

No decaimento α  ->  2 prótons + 2 nêutrons (núcleo de He)
No decaimento β ->  (1 elétron + 1 antineutrino) ou ( 1 pósitron + neutrino)
No decaimento γ -> fótons

IMPORTANTE: Vale lembrar que as partículas resultantes dos decaimentos β e γ não existem no interior do núcleo, apesar de expelidas por ele. O que acontece é que elas são criadas no processo de desintegração (no decaimento β) e no processo de emissão (decaimento γ). 



Anterior Início Próxima