Busca  
  História regional   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Os primeiros exploradores

Os espanhóis chegaram à Amazônia antes de 1500. Em janeiro daquele ano, em expedição pela selva amazônica, Vicente Yáñez Pinzón julgou ter encontrado um grande braço de mar que batizou de "Santa Maria de la Mar Dulce". Na verdade, ele descobrira a foz do rio Amazonas. Em 1541, o capitão espanhol Francisco de Orellana partiu de Quito, nos Andes, em busca do "País da Canela", e chegou ao Atlântico pelo rio Amazonas. Nessa viagem, deu nome ao rio, pois teria visto as lendárias guerreiras amazonas durante a expedição. Outro espanhol que também explorou a região foi Lope de Aguirre. Ele viajou pela Amazônia entre 1559 e 1561, em busca do fabuloso "Reino do Eldorado".
 
Cresce o interesse europeu
Cabanas indígenas em clareira na floresta

A possibilidade de encontrar riquezas na região acabou despertando o interesse de outras nações europeias. Exploradores holandeses, franceses, irlandeses e ingleses construíram feitorias, ergueram fortes precários e entraram em confronto com os índios. Os espanhóis não se aventuraram pela floresta desconhecida. Preferiram a segurança da exploração da prata em Potosí, no Sul da Bolívia, a partir de 1545.
 
Os portugueses invadem a Amazônia
 
Percebendo a importância estratégica da Amazônia, os portugueses decidiram, no século XVII, ocupar a região. Animados por terem expulsado os franceses do Maranhão (1615) e os holandeses de Pernambuco (1654), embrenharam-se pela selva. Mapearam a área, construíram fortificações, expulsaram os estrangeiros e instalaram missões religiosas.


Anterior Início Próxima