Busca  
  História regional   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

O abastecimento mineiro

Vista de Ouro Preto
Com a descoberta das jazidas em 1698, Vila Rica, hoje Ouro Preto, transformou-se no maior centro minerador de ouro das Américas, em apenas uma década.

A concentração nas vilas e cidades causou sérios problemas de abastecimento nos primeiros anos da mineração: de 1697 a 1701, os preços dos alimentos dispararam para índices recordes na época.

A inflação provocada pela falta de alimentos e pelo dinheiro farto afetava milhares
Igreja de São Pedro dos Clérigos, em Mariana, cidade elevada a sede do bispado em 1745
de famílias. Ao longo do século XVIII, foi implantada a produção de subsistência em Minas Gerais e o abastecimento também passou a ser feito a partir de outras capitanias: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia e Rio Grande do Sul enviavam milho, trigo, frutas e carne, entre outros alimentos. Os escravos vinham da África e desembarcavam nos portos do Rio de Janeiro e de Salvador. Devido à distância, chegavam à zona da mineração com seus preços exorbitantes. Para se ter uma ideia, uma vaca, que em São Paulo possuia um determinado valor, em Minas Gerais podia atingir um preço exorbitante.

O transporte de mercadorias era feito por tropas de burros, que seguiam pelos antigos caminhos bandeirantes e pela estrada construída para servir à região. Essa estrada, conhecida como "Caminho Novo", foi aberta sob a supervisão de Garcia Rodrigues Pais, filho do bandeirante Fernão Dias Pais.

Serra do Ouro Branco na Província de Minas Gerais, de J.M. Rugendas, do século XIX
As vilas e cidades mineiras


No começo do Ciclo do Ouro, a formação de arraiais próximos às áreas de extração muitas vezes dificultava a fiscalização pela Coroa, que perdia o dinheiro dos tributos. Por isso, já no início do século XVIII, Portugal implantou uma política de formação de núcleos urbanos, que reuniam os arraiais auríferos mais importantes. O objetivo era controlar a população e melhorar a fiscalização.


Assim, foram fundadas as vilas:
 
  • A primeira foi a do Ribeirão de Nossa Senhora do Carmo, em 8 de abril de 1711, depois chamada de Mariana, transformada em cidade e sede do bispado em 1745. 

  • Vila Rica de Albuquerque, fundada em julho do mesmo ano, reunia os antigos arraiais mineiros de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, Padre Faria e Antônio Dias. 

  • Ainda em 1711 surgiu Vila Rica de Nossa Senhora da Conceição do Sabará. 

  • Em 1713 foi criada São João del Rey. 

  • Em 1714 surgiram Vila Nova da Rainha (Caeté) e Vila do Príncipe (Serro).

  • Em 1718 foi fundada a Vila de São José, atual Tiradentes. 


Anterior Início Próxima