Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Mudanças após a chegada da família real

As bandeiras usadas pelo Brasil entre 1808 e 1889

Reprodução

Armas
 
Elevado à condição de Reino Unido, o Brasil ganha nova bandeira pelo decreto de dom João VI, assinado em 13 de maio de 1816. O mesmo decreto dá por armas ao Brasil a mesma esfera armilar de ouro. Esse pavilhão seria usado até 1821, representando o governo em momentos fundamentais da história brasileira, como na incorporação da província Cisplatina e na Revolução Pernambucana de 1817.


Reprodução
Constituinte
 
Em 1820, com a Revolução do Porto, as cortes constituintes portuguesas estabeleceram a Monarquia Constitucional e decretaram nova alteração na bandeira portuguesa: o campo da bandeira seria azul e branco – cores do escudo de Afonso Henriques, que consolidou o reino português. Também desaparecia o globo armilar, uma vez que essa bandeira, a constitucional, não representava mais o Reino Unido. Foi a última bandeira lusa a tremular no Brasil.

Reprodução
Debret
 
Desenhada pelo pintor Jean-Baptiste Debret, a bandeira do império já trazia o verde e o amarelo como cores básicas, escolhidas por dom Pedro I. O desenho losangular – inspirado em bandeiras militares da Revolução Francesa e do período Napoleônico – é único entre pavilhões nacionais do mundo. As 19 estrelas de prata correspondem às 19 províncias que o país tinha na época. O decreto de dom Pedro I, de 18 de setembro de 1822, já indicara os ramos de café e tabaco 'emblemas de sua riqueza comercial, representados na sua própria cor, e ligados na parte inferior pelo laço da nação'. Menos de quatro meses depois a coroa real que se sobrepunha ao brasão foi substituída por uma coroa imperial 'a fim de corresponder ao grau sublime e glorioso em que se acha constituído esse rico e vasto continente', afirmava o decreto de 1º de dezembro de 1822. Alguns achavam a combinação das cores exótica e de mau gosto. Houve quem considerasse impróprio o uso dos ramos no escudo, alegando que 'um deles representava um vício e o outro uma planta exótica'. Essa foi a bandeira brasileira até a Proclamação da República.


Anterior Início Próxima