Busca  
  Política externa   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Semelhanças nas colonizações



 

As colônias portuguesas e espanholas, entretanto, passaram por processos semelhantes de ocupação:

• Ambas eram vistas pelas metrópoles como territórios a serem explorados.

• Em suas terras viviam povos que resistiram à submissão aos estrangeiros e, por isso, foram massacrados.

• As colônias serviam como mercado consumidor dos produtos metropolitanos. Elas só podiam fazer comércio com os colonizadores, fornecendo-lhes mercadorias com maior valor de mercado, como ouro e prata, ou produtos agrícolas. Esse sistema, conhecido como 'exclusivo colonial', garantia maiores rendimentos às metrópoles, impedindo assim o desenvolvimento e a autonomia das colônias. 

O trabalho nas colônias





Inicialmente, Portugal tentou explorar a mão de obra nativa, entretanto os indígenas apresentaram forte resistência, gerando inúmeros conflitos entre suas nações e os colonizadores, resultando em muitas perdas e até mesmo na extinção de inúmeros povos, desencadeando também um processo de epidemias de gripe, varíola, sarampo e tuberculose. Nesse contexto, os colonos optaram pelo trabalho escravo africano para efetivar a indústria colonial no Brasil.

Já a Espanha dependeu menos dos africanos. Afinal, seus territórios latino-americanos eram habitados por milhões de indígenas com alto grau de organização social, e que conheciam de perto o sistema de trabalho compulsório, como a mita.
 

Anterior Início Próxima