Busca  
  Idade Moderna   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A arte renascentista

Pintura

Oleg Golovnev/Shutterstock
Reprodução de La Gioconda de Leonardo Da Vinci
A arte do Renascimento alcançou na Itália seu esplendor. No Renascimento italiano, distinguem-se dois períodos: o Quatrocento, ou período quatrocentista (século XV), tendo Florença como centro cultural, e o Cinquecento, ou período quinhentista (século XVI), com Roma e Veneza como focos artísticos. No período quatrocentista, destacam-se os quadros naturalistas e equilibrados de Masaccio, Fra Angelico e o estilo elegante de Sandro Botticelli. O período quinhentista teve três grandes pintores: Leonardo da Vinci, Michelangelo e Rafael. Leonardo pintou, em 1503, o célebre retrato da Mona Lisa, também conhecido como Gioconda. No resto da Europa destaca-se a escola flamenga, liderada por Pieter Brueghel, o Velho. Outros grandes pintores foram o alemão Albrecht Dürer e, na Espanha, El Greco.


Escultura

Malgorzata Kistryn/Shutterstock
Marzocco, símbolo de Florença. Esculpido por Donatello
A escultura renascentista nasceu em Florença, inspirada nas obras clássicas. No período quatrocentista, os escultores demonstram preferência pelo Realismo e pela individualização das figuras. Seu mestre é o florentino Donatello. Andrea del Verrocchio, seu discípulo, deu prosseguimento à tradição naturalista. Sua estátua do condottiero Bartolomeo Colleoni, situada em Veneza, é o principal monumento equestre do Quatrocento. No período quinhentista, a escultura tende a copiar as obras clássicas, sublimando-as e mostrando a nudez do corpo humano. São dessa época o Davi, a Pietá e o Moisés, de Michelangelo.

Arquitetura

Alexander Demyanenko/ Shutterstock
Basílica de São Pedro, Vaticano, Itália
A arquitetura italiana do Quatrocento caracteriza-se pela riqueza decorativa. O interior dos edifícios é adornado com motivos animais e vegetais, além de grinaldas e coroas de louros. As paredes externas são decoradas com detalhes almofadados. O período quinhentista deu preferência ao efeito de conjunto e à monumentalidade da construção. A obra-prima desse período é o pequeno templo de São Pedro de Montorio, realizado por Donato Bramante, semelhante aos templos circulares da Antiguidade Clássica. A Basílica de São Pedro, no Vaticano, em Roma, ficou a cargo de Bramante, mas só foi concluída muito depois de sua morte. A cúpula da basílica foi projetada por Michelangelo.


Anterior Início