Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Que desafios os povos indígenas enfrentam nos dias atuais?


Aqueles que um dia foram os donos da terra, hoje são muitas vezes tratados como intrusos.

A ocupação do território pelos portugueses no século XVI dá início a uma difícil luta dos povos indígenas para preservar seu território e sua cultura. Em séculos de dominação, muitos indígenas desapareceram por diversos motivos, como disputas por terras, doenças adquiridas no contato com o homem branco e até mesmo por fome.

Outro elemento importante no processo de transformação da cultura indígena foi a imposição do catolicismo, que integrava a missão dos jesuítas em transformar os índios em "bons cristãos", agregando os valores e hábitos de trabalho dos europeus.

Apesar dos jesuítas se oporem à escravização dos povos indígenas e, nesse sentido, trabalharem na tentativa de protegê-los, eles não souberam respeitar a cultura e a peculiaridade de cada um dos diferentes povos com quem entraram em contato, chegando mesmo a duvidar que esses eram seres humanos, como comprova alguns relatos dos missionários, como o do Padre Manuel da Nóbrega, que dizia: "Os índios são cães em se comerem e matarem, e são porcos nos vícios e na maneira de se tratarem."

Quanto mais o índio se civilizava na concepção defendida pelo colonizador europeu, mais a sua cultura era transformada na direção da perda de seus valores de origem, de sua identidade e parte disso se deve à igreja Católica e o processo de evangelização dos indígenas.

Atualmente, a disputa e consequente perda das terras, a mudança de hábitos relacionados à sobrevivência, como caça, pesca e agricultura, o alcoolismo e a falta de tratamento para doenças relacionadas à desnutrição levam muitos indígenas a viver de maneira precária. A mortalidade de crianças indígenas hoje é alta e objeto de preocupação de entidades que buscam se organizar na defesa desses povos.




Anterior Início Próxima