Busca  
  Personalidades   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Consequências do Período Joanino para o Brasil

Acervo
Aquarela de Jean-Baptiste Debret feita no Período Joanino
Após a chegada da Corte portuguesa em 1808, a vida jamais voltou a ser a mesma na cidade do Rio de Janeiro.
   
Transformar-se em sede da metrópole trouxe muitas e impactantes mudanças para a cidade, mas, ao mesmo tempo, os problemas aumentaram rapidamente.

Afinal, a cidade não tinha infraestrutura suficiente para abrigar, de uma hora para outra, tantos habitantes a mais.

Acervo
Debret retrata o cotidiano carioca


Uma das primeiras atitudes de D. João VI ao chegar em território brasileiro foi promover a “Abertura dos Portos Brasileiros às Nações Amigas”, o que significou, na prática, o rompimento da exclusividade comercial que Portugal tinha sobre o Brasil.
 
A partir desse momento, a Inglaterra começa a inundar o mercado brasileiro de produtos para serem comercializados aqui.

A Inglaterra entra na moda, principalmente na cidade do Rio de Janeiro. Vestir, usar e, especialmente, exibir produtos de origem britânica conferia status para os brasileiros.

E os ingleses mandavam todos os tipos de produtos: patins para andar na neve, carteira para papel moeda (dinheiro em papel) - sendo que na colônia só circulavam moedas - ternos de lã, chapéus e toda a sorte de quinquilharias que atraiam o interesse de consumidores cheios de vontade de “andar na moda”.

Dessa forma, D. João VI retribui o auxílio inglês na hora da fuga e, a Inglaterra, por sua vez, fura o Bloqueio Continental imposto por Napoleão.


Anterior Início Próxima