Busca  
  Personalidades   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Mais consequências do Período Joanino para o Brasil

Acervo
O Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi construído no Período Joanino
    
Continuando a falar em mudanças, do ponto de vista do estímulo à vida cultural e artística, elas não foram menos importantes que as mudanças econômicas.

D. João funda a Biblioteca Nacional e o Jardim Botânico no Rio de Janeiro.

Muitos espetáculos são trazidos para o Brasil, assim como missões artísticas formadas por pintores e naturalistas, estudiosos da área científica que tinha por objetivo catalogar e analisar animais e vegetações, principalmente em territórios considerados exóticos em relação à Europa.

Cursos superiores são criados, com destaque para as áreas de Medicina e Direito.

A liberdade de produzir também é assinada por D. João VI, na tentativa de estimular o desenvolvimento econômico brasileiro.

No entanto, a nossa indústria, que engatinhava, não conseguia competir com os sofisticados produtos vindos da Inglaterra, o que tornou o processo de industrialização mais uma ideia do que uma realidade naquele período.

O fato é que, depois de ter experimentado ares de liberdade, de ter vivido com requintes de Corte, seria muito difícil o Brasil aceitar a volta à situação de colônia.

Em 1821, após a derrota napoleônica, os portugueses passam a exigir a volta da Corte para Portugal. D. João retorna para não perder o trono, mas deixa aqui seu filho, o Príncipe D. Pedro de Alcântara, com a intenção de que este liderasse o movimento de Independência que, segundo sua opinião, era questão de tempo.

D. João VI, já em Portugal, morre em 1826, alguns anos após a Independência do Brasil, ocorrida oficialmente em 1822.


Anterior Início