Busca  
  Economia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Brasil pós-industrial

A bússola aponta para o Sul

Dados de 2010 da Organização Mundial de Comércio indicam que o Brasil subiu para o terceiro lugar entre os países que mais exportam produtos agrícolas, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da União Europeia. Os indicadores mostram que o Brasil exportou US$ 61,4 bilhões em produtos agropecuários em 2008, comparado com US$ 54 bilhões do Canadá. A mudança é resultado, principalmente, da safra de soja e do aumento da produção de carnes.

No entanto, o Brasil já mantinha a liderança na exportação de produtos como açúcar, carne bovina, carne de frango, café, suco de laranja, tabaco e álcool. Também é vice-líder em soja e milho e ocupa a quarta posição na exportação de carne suína.

Em outro ranking, que considera o Produto Interno Bruto (PIB) dos países, compilados pela Economist Intelligence Unit, divulgados este ano, o Brasil volta a figurar como a oitava economia do mundo, posto que havia perdido para a Rússia há 11 anos.

Além disso, durante a crise mundial, marcada pela quebra do banco americano Lehman Brothers, em 15 de setembro de 2008, o Brasil surpreendeu brasileiros e estrangeiros ao enfrentar um curto período de recessão. Foram apenas dois trimestres, comparado aos quatro meses de gigantes como Estados Unidos, Alemanha e França. Com isso, o Brasil atraiu a atenção de investidores do mundo todo e mostrou que hoje possui uma economia estável, com superávit primário, controle da inflação e um bom nível de reservas entre os pontos positivos.

Descoberta do pré-sal

Plataforma de petróleo durante extração do ouro negro
A descoberta de indícios de petróleo em águas profundas, o pré-sal, foi anunciada pela Petrobras em 2006. Previsões de consultorias ainda não confirmadas estimam um volume gigantesco de até 70 bilhões de barris.

Dos 15 maiores exportadores mundiais, apenas dez estão na Opep. Estão fora o segundo e terceiro maiores - Rússia e Noruega. A Rússia, por exemplo, tem cerca de um quarto das reservas mundiais comprovadas, um total de 1,2 trilhão de barris. O Brasil, sem o pré-sal, tem 13 bilhões de barris.

O novo panorama geopolítico alçou o Brasil à posição de “novo rico do petróleo”, o que está gerando articulações por parte do governo brasileiro pela inclusão do País entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP).




Anterior Início