Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Música em campo

Stewart O

T
ão nossos quanto próximos são a música e o futebol brasileiros. Identificados com o modo brasileiro de ser, eles têm também um desenvolvimento histórico semelhante. Foi no mesmo período que ambos começaram a se difundir no Brasil, na chamada “era de ouro do rádio” (década de 1930), que levou para dentro da casa do brasileiro aquilo que ele mais gosta em matéria de entretenimento. No final dos anos 1950, música e futebol voltam a partilhar um momento histórico, ao se tornarem reconhecidos no exterior: a Seleção Brasileira ganhando o bicampeonato mundial e a Bossa Nova disputando os primeiros lugares nas paradas de sucesso internacionais.

É possível afirmar que essa relação íntima se estenda até os dias de hoje, impulsionada pelo mercado que se beneficia dessa vantajosa relação.  Como afirma o jornalista Beto Xavier, conhecido por suas pesquisas e sua paixão por música e futebol, “tanto o futebol quanto a música são também poderosos instrumentos de ascensão social, porque, além de estarem no centro de nossa cultura, representam aquilo que sabemos fazer de melhor”. Em outubro de 2004, o jornalista já tinha compilado mais de 500 canções que se referem ao futebol.

Em sua tese de doutorado apresentada à Escola de Comunicação e Artes da USP, o pesquisador Sérgio Miranda Paz fez um rico levantamento dessas composições, classificando-as em 10 categoriais.

Nas páginas a seguir, você encontra alguns exemplos recordados pelo pesquisador, conhece um pouco da história dessas composições e de seus autores, os diversos ritmos musicais que homenageiam o futebol e tem uma retrospectiva histórica das músicas que marcaram as diversas Copas do Mundo.


Anterior Início Próxima