Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Química: Reforço no combate do câncer

Akira Suzuki
Este ano, o Nobel de Química foi entregue por causa de uma descoberta que pode facilitar o desenvolvimento de medicamentos contra o câncer.

O americano Richard F. Heck e os japoneses Ei-ichi Nigishi e Akira Suzuki encontraram um catalisador, o paládio (metal de difícil obtenção usado em ligas, prótese dentária, joalheria), que ajuda a produzir uma substância antitumoral conhecida como discodermolida.
A substância tem propriedade medicinal e barra o crescimento das células cancerígenas em laboratório, impedindo sua divisão e resultando em sua morte.


Ei-ichi Nigishi
A discodermolida na natureza é uma substância produzida pela esponja Discodermia dissoluta, animal marinho encontrado nas águas do Caribe.
Ela é utilizada como mecanismo de defesa do animal, que, ao secretá-la, funciona como uma espécie de veneno, repelindo seus possíveis predadores.


Richard F. Heck
As propriedades medicinais da substância encontrada nesta esponja marinha já eram conhecidas, mas o seu uso em escala industrial era inviável, uma vez que se trata de um animal que vive em uma região restrita do oceano e com uma forte cultura de proteção ambiental. Com a ajuda do catalisador, agora é possível sintetizá-la em laboratório, simulando a estrutura orgânica.


Papel do catalisador


Toda a molécula orgânica constitui-se de ligações entre átomos de carbono. Ao sintetizá-las em laboratório, corre-se o risco de o carbono reagir com outros átomos de outras substâncias presentes na reação, gerando produtos indesejados. Mas os vencedores do Nobel de Química conseguiram fazer esta reação acontecer de uma maneira diferente.

No procedimento criado por eles, um átomo de carbono reage com um átomo de paládio, que por sua vez reage com outro átomo de carbono, causando então a ligação. Quando isso acontece, o átomo de paládio está livre para realizar outra reação. Como o paládio é um átomo muito estável, ele não se liga às outras substâncias, não sendo incorporado ao produto final (o que alteraria o resultado desejado), mas participando apenas do processo, como um bom catalisador.


 



Anterior Início