Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

O que é energia, afinal?


A energia está, de alguma forma, em tudo que existe no universo. Podemos encontrar a energia de diversas formas: cinética, mecânica, luminosa etc.

Todos os organismos precisam de energia para realizar atividades: para fazer exercícios, retiramos energia dos alimentos; para cozinhar, utilizamos a energia do fogo; e por aí vai.

Conservação da energia


Antoine Laurent Lavoisier foi um químico famoso que, a partir de suas observações, concluiu que “nada se cria e nada se perde, tudo se transforma”. A partir daí, muitos cientistas começaram a estudar o que depois se tornou a Lei da Conservação da Energia, ou seja, que a energia sempre se transforma e não se cria a partir do nada. Por exemplo, nas usinas hidrelétricas a energia das águas é convertida em energia elétrica, que chega até nossas casas. Parte dessa energia é convertida em calor; a outra, em energia luminosa, quando acendemos as lâmpadas ou ligamos a televisão.

A energia, além de transformada, também pode ser transferida, armazenada, conservada e degradada. Um exemplo de transferência e armazenamento de energia é a cadeia alimentar: as plantas retiram energia do Sol e a utilizam para fazer fotossíntese. A fotossíntese produz o alimento da planta, que também vai fornecer energia para ela. Essa energia é, então, armazenada em seu tecido. Quando um animal come essa planta, parte da energia contida em seus tecidos é transferida para o animal, que, por sua vez, irá utilizar a energia para andar, caçar etc. Quando outro animal se alimenta dele, o que restou da energia armazenada na presa é transferida para o predador, e assim vai por toda a cadeia alimentar. Já a conservação da energia é a capacidade que ela tem de se manter em uma forma para depois ser transformada em outra.

O armazenamento de energia nas plantas é feito em forma de grãos de amido em seu tecido. Já nos animais, na maioria das vezes a energia se armazena em forma de gordura.

A degradação da energia não quer dizer que a energia se perdeu, mas sim que ela não está mais disponível para ser utilizada. Por exemplo, depois que um coelho se alimentou de uma planta, ele vai utilizar a energia que estava armazenada nela para manter as atividades do seu corpo, como manter a sua temperatura. Essa energia utilizada para manter a temperatura corporal foi dissipada em forma de calor e não estará disponível para o próximo animal que se alimentar dele.



Anterior Início Próxima