Busca  
  Teorias Sociológicas Clássicas   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Barack Obama: um líder carismático



Em março de 2001 o Brasil recebeu a visita de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos eleito em 2008. Ainda que os meios de comunicação apontassem as questões econômicas como o mote central dessa visita, sua agenda – que incluiu uma ida à comunidade carioca de Cidade de Deus e um discurso “direcionado ao povo brasileiro” – aponta para questões que vão além dos assuntos relacionados a acordos comerciais.


A primeira visita de Obama ao Brasil

A visita de presidentes norte-americanos a diversos países do mundo, incluindo o Brasil, sempre desencadeou movimentos de protestos populares. No ano de 2007, a vinda de George Bush, então presidente dos Estados Unidos (EUA), resultou em manifestações contrárias e cenas de violência em todas as regiões brasileiras (veja reportagem).

Pode-se argumentar que, naquele momento, a figura antipática de Bush, já desgastada em seu próprio país, representava o desencadeamento de conflitos armados como a guerra do Afeganistão e do Iraque. Mas não se tratava apenas disso. Os protestos sempre destacaram a imagem dos Estados Unidos como um país imperialista e responsável por certos males mundiais.

Por que, então, a visita de Obama foi tratada de maneira distinta se comparada ao caso de 2007? Levando-se em conta a crise financeira vivida pelo mercado hipotecário dos EUA a partir de 2008, e as repercussões desastrosas em toda a economia mundial, cabe ainda perguntarmos: teria esse país deixado de representar uma potência imperialista e exploradora? Onde estavam os protestos? Eles não existiram ou simplesmente foram tratados de maneira diferente pela mídia?

Algumas agências de notícia divulgaram que grupos e movimentos sociais planejavam protestar durante o discurso que Obama realizou no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. No entanto, a verdade é que o tom dos protestos foi indiscutivelmente mais ameno se comparado aos de George Bush. Em contrapartida, um grande movimento de promoção dos efeitos positivos dessa visita entrou em cena. No site da embaixada norte-americana no Brasil uma chamada ao povo brasileiro despertava a atenção: “Dê boas-vindas ao presidente Obama e faça parte dessa visita histórica!”

Foi a primeira vez que Obama veio ao Brasil, um indivíduo que desde suas primeiras aparições como candidato despertou uma simpatia mundial. A despeito de características que dentro dos Estados Unidos poderiam espantar boa parte do eleitorado, já que o presidente é negro e possui descendência mulçumana, Obama e seu traquejo político despertaram uma simpatia que se tornou um verdadeiro fenômeno da política, não só norte-americana, mas mundial.

Saiba mais:
Veja vídeo do discurso de Obama realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, destinado a todo o povo brasileiro. Você também pode ler a transcrição do discurso.


Além de suas competências práticas, sem dúvida ele reuniu em si um elemento que ao longo da história mobilizou populações e grupos sociais inteiros: o carisma. Pensando nesse sentido, a vinda de Obama ao Brasil pode ser vista como uma visita histórica, conforme divulgado pela embaixada norte-americana.



Anterior Início Próxima