Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

A mumificação

Imagem de uma múmia em sua tumba usando trajes nobres
O processo de mumificação pode ser dividido em três partes:
  • No primeiro passo eram removidos os órgãos internos através de um corte lateral. O coração – visto como portador central da inteligência e força vital – era mantido no lugar. O cérebro era removido pela cavidade nasal e descartado. Os outros órgãos eram armazenados em jarras de canopo, utensílio semelhante a um vaso com tampa.
  • Depois, o corpo era embalsamado e coberto com um tipo de sal chamado natro, e deixado para desidratar durante 40 dias.
  • Por fim era empacotado com linho encharcado de resina, natro e aromáticos. As cavidades do corpo eram tapadas para que fosse coberto e enfaixado, com seus amuletos postos entre as camadas. 
Todo esse processo durava cerca de 70 dias e era acompanhado de orações e encantos. Mas esse tipo de conservação foi capaz de preservar os corpos por milhares de anos.

Saiba mais:
Civis comuns não eram mumificados. Eram enterrados em sepulturas comuns, onde as condições do clima desértico se encarregavam de fazer uma mumificação natural dos corpos.

Animação
Veja como era o processo de mumificação





Anterior Início Próxima