Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Os incas

A civilização Inca desenvolveu-se na América do Sul, ao lado da Cordilheira dos Andes, nos territórios que hoje abrigam Equador, Peru, parte do Chile e da Bolívia. Seu império alcançou a impressionante extensão de 4 mil quilômetros por 650 de largura.

A palavra 'inca' representa 'terra soberana' e mesmo nome era dado ao chefe maior do império. A lenda mais adotada para a origem dos incas conta que no século XII eles instalaram-se em Cuzco, no Peru, chefiados pelo primeiro inca (imperador), Manco Capac. Construíram estradas que cortavam o império de Norte a Sul, tanto à beira-mar como por entre as cordilheiras, deixando diversas vias de acesso Leste-Oeste pela rota. Criaram, ainda, técnicas de aterramento, construíram pontes pênseis (suspensas) e construções feitas para suportar terremotos.

A arquitetura dos incas era bem simples, livre de excessos e ornamentos. No entanto, observa-se o contrário quando trata-se de templos, palácios ou edifícios do governo, erguidos com pedras geometricamente regulares e de encaixe perfeito. Até hoje a forma como esse sistema de encaixe foi feito é desconhecida.

A arte em cerâmica recebia motivos geométricos e figuras de animais sobre um fundo monocromático, tendo como base as cores preta, vermelha ou branca, dependendo do tipo de terra utilizado para a fabricação das peças.

Na metalurgia, era comum trabalhar a representação da forma humana usando o ouro, a prata ou o cobre como matéria-prima. Além disso, à cabeça acrescentavam-se adornos, como toucas feitas de penas (que imitavam a vestimenta inca).

Já o interesse dos estudiosos pela tecelagem produzida pelos incas deve-se ao uso de uma grande variedade de fibras animais e vegetais, conferindo às peças uma grande variedade de cores.


Machu Picchu, a maior representação do império inca



Machu Picchu é um grande complexo arquitetônico, quase todo feito de pedras perfeitamente intercaladas, construído no século XV no alto de uma montanha de Cuzco, no Sudeste do Peru. Foi apresentado ao mundo moderno pelo norte-americano Hiram Bingham, chefe de uma expedição científica que chegou ao local no dia 24 de julho de 1911.

Os cem anos de 'descobrimento' foram celebrados no dia 7 de julho de 2011. Essa data foi escolhida porque faz quatro anos de que a cidadela ganhou o título de uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno pela fundação New7Wonders.



Anterior Início Próxima