Busca  
  Célula e tecido   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Membrana celular

Dreamy Girl/ShutterStock
Esquema mostrando a bicamada lipoproteica que forma a membrana plasmática celular

A membrana plasmática celular também pode ser chamada de membrana lipoproteica, devido a sua composição. Essa membrana é formada por duas camadas de lipídeos (gorduras) e algumas moléculas de proteínas que atravessam as duas camadas. Nas células animais, junto com essa membrana existe uma camada de carboidratos projetados externamente chamada de glicocálice ou glicocálix. Esses carboidratos têm a função de reconhecimento celular, inibição do crescimento por contato e proteção contra agentes químicos e mecânicos. Um exemplo da importante função do glicocálice é o caso do câncer: células cancerosas possuem um defeito no glicocálice e, por isso, perdem a inibição de crescimento por contato, e mesmo quando ‘esbarram’ em outra célula, continua crescendo desordenadamente. Já as células vegetais, além da membrana plasmática, possuem parede celular. A parede celular vegetal é uma estrutura rígida feita de celulose, com função principal de proteger as células.

Outros seres vivos podem apresentar células com parede celular, como algumas bactérias. Nesse caso, essa parede não é constituída de celulose, e sim de algumas proteínas. Elas podem, inclusive, ter ou não uma cápsula envolvendo essa parede.


Os lipídeos da membrana plasmática possuem duas partes: uma com afinidade à água (hidrofílica) e outra não (hidrofóbica). As proteínas no meio desses lipídeos têm a função de regular a entrada de certos compostos dentro da célula, e é por isso que a célula tem permeabilidade seletiva. É por causa dessa permeabilidade seletiva que processos como a osmose acontecem.


Citoplasma

O citoplasma é o ‘recheio’ da célula, em que se encontram as organelas, material genético e outras substâncias. A parte gelatinosa do citoplasma é chamada de matriz citoplasmática ou citossol. É formada principalmente por água, íons, aminoácidos e enzimas. A matriz citoplasmática pode se encontrar em dois estados: mais viscoso (estado gel) e menos viscoso (estado sol). No citoplasma também encontramos o citoesqueleto, que mantém a forma celular e a posição dos componentes celulares e também é responsável por movimentos celulares, como contração e a emissão de pseudópodes. O citoesqueleto é formado por minúsculos filamentos e tubos de proteínas.


Anterior Início Próxima