Busca  
  Célula e tecido   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Sais minerais na célula

Na constituição das células, diversos tipos de sais minerais também estão presentes. No próprio citoplasma estão dispersos vários íons, mas existem elementos desse tipo com função específica. Um exemplo são os íons de sódio e potássio presentes na célula. Eles têm importância fundamental no transporte ativo de substâncias de fora para dentro e de dentro para fora da célula – é a famosa bomba de sódio e potássio.

Andreas Matzke/ShutterStock
Os glóbulos vermelhos possuem ferro em sua composição


Outro mineral com função importante em um tipo específico de célula é o ferro. Nos glóbulos vermelhos do nosso sangue, temos uma molécula chamada hemoglobina. Essa molécula é responsável pela troca de gases – transporta o oxigênio dos pulmões para o tecido e o gás carbônico dos tecidos pros pulmões. A hemoglobina possui ferro em sua estrutura, que é essencial nessas trocas gasosas.


Ácidos nucleicos

Os ácidos nucleicos são onde toda a informação genética da célula se encontra. Eles são considerados biopolímeros por serem formados a partir de várias moléculas menores, chamadas nucleotídeos. Cada nucleotídeo é formado por um fragmento de uma molécula de ácido fosfórico, uma molécula de pentose e uma base nitrogenada, que pode ser adenina, timina, guanina ou citosina (no caso de um RNA, no lugar na timina está a uracila). Essas moléculas guardam informações e controlam os processos básicos do metabolismo celular e são eles os responsáveis a passar o patrimônio genético adiante. A diferença entre o DNA e o RNA, além das bases nitrogenadas, está na pentose: a pentose do DNA (ácido desoxirribonucleico) é a desoxirribose, já no RNA (ácido ribonucleico) é a ribose.



Anterior Início Próxima