Busca  
  Célula e tecido   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Reproduzir-se

Como já foi dito, as células podem se dividir por mitose, no caso das células eucariontes, ou por fissão binária, nas procariontes. Em indivíduos pluricelulares que se reproduzem sexuadamente, existem células destinadas à reprodução e a divisão delas é feita por um mecanismo diferente, a meiose.

Entendendo a meiose

Acervo Klick


A meiose consiste na fabricação de células sexuais (gametas, ou no caso de vegetais, esporos) que possuem somente a metade dos cromossomos próprios da espécie e denominam-se células haploides (n). Quando uma célula sexual masculina se funde com uma célula sexual feminina, origina-se um novo organismo, que terá a dotação cromossômica completa (2n), a chamada célula diploide.

A formação de novas combinações genéticas é fundamental para a ocorrência dos processos evolutivos. A meiose contribui para a variabilidade dos indivíduos produzindo recombinações genéticas pelo fenômeno do crossing-over (troca de pedaços genéticos).

Se na meiose não existisse uma redução cromossômica prévia, após a união dos gametas o novo ser teria, comparativamente, o dobro de cromossomos de seus pais e nunca chegaria a se desenvolver.

Para acontecer essa redução cromossômica, a meiose conta com duas divisões celulares consecutivas, com quatro fases cada:

Prófase I:

Comparada à prófase da mitose, é extremamente longa. Nessa fase, os cromossomos homólogos já condensados são pareados e acontece a permuta, ou crossing-over, em que os cromossomos trocam pedaços de DNA, formando um cromossomo híbrido.

Metáfase I:

Os cromossomos vão para o centro da célula e se fundem às fibras do fuso mitótico, porém não são separados pelo centrômero, e cada cromossomo continua duplicado com suas cromátides unidas.

Anáfase I:

Ocorre o encurtamento das fibras do fuso e a migração dos cromossomos homólogos para os polos da célula.

Telófase I:

Os envoltórios nucleares e os nucléolos reaparecem, ao passo que as fibras do fuso mitótico desaparecem. Como na mitose, ocorre a citocinese e os cromossomos se descondensam.

A segunda fase da meiose se assemelha muito às fases da mitose:

Prófase II:

Nesse estágio, os cromossomos se condensam novamente, os centríolos migram para os polos da célula e os nucléolos e os envoltórios nucleares desaparecem.

Metáfase II:

Os cromossomos vão ao centro da célula, ligam-se às fibras do fuso mitótico e então são separados, ficando cada cromossomo com seu centrômero.

Anáfase II:

Ocorre o encurtamento das fibras do fuso e os cromossomos irmãos, agora separados, migram cada um para um polo da célula, juntos com o centríolo.

Telófase II:

Assim como na telófase da mitose, os nucléolos e os envoltórios nucleares reaparecem, as fibras do fuso desaparecem e ocorre a citocinese.



Anterior Início Próxima