Busca  
  Célula e tecido   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Aparelho de Golgi

Adaptação arte


Também
conhecido como complexo de Golgi, essa organela é formada por várias bolsas membranosas empilhadas. Na maioria das células, o aparelho de Golgi é situado próximo ao núcleo e, apesar de não produzir nenhuma molécula, ele é fundamental na separação e no encaminhamento de algumas substâncias para outras organelas ou para as células secretarem-nas.

Lisossomo

É uma organela que possui interior ácido composto por várias enzimas. O lisossomo é responsável pela digestão de moléculas – a chamada digestão intracelular. Eles também podem digerir compostos da própria célula, seja para a renovação de algumas organelas, seja para a apoptose (morte celular programada).

Adaptação arte
Peroxissomo

Como os lisossomos, os peroxissomos possuem enzimas oxidativas que, principalmente, convertem o peróxido de oxigênio formado na célula em água e oxigênio. O peróxido de oxigênio é formado no próprio peroxissomo, e por ser prejudicial a célula, tem que ser neutralizado antes de sair da organela. Também atuam na metabolização do ácido úrico, portanto, é uma organela muito ativa nas células dos rins e fígado.

Adaptação arte
Cent
ríolos

As células animais possuem um par de estruturas chamadas centríolos, que ficam situadas próximas do núcleo, no centro da célula.

São organelas cilíndricas compostas de vários túbulos muito pequenos. Os centríolos atuam na divisão celular, onde cada centríolo migra para polos da célula e puxa os cromossomos para lados opostos, separando-os.

Cloroplastos


Os cloroplastos aparecem apenas nas células vegetais e são os responsáveis pela fotossíntese. São organelas maiores do que as mitocôndrias e delimitadas por uma membrana dupla. São plastídeos do tipo mais comum, ou seja, com clorofila.

Existem também plastídeos sem pigmentos (leucoplastos) e com outros tipos de pigmentos, como a xantofila. Os cloroplastos possuem bolsas membranosas chamadas tilacoides, que possuem clorofila em seu interior.

Por também terem DNA próprio em formato circular, a origem dos cloroplastos, assim como a das mitocôndrias, pode ser explicada pela teoria da endossimbiose.

Adaptação arte
Vacúolos


As células
vegetais possuem bolsas de membrana que chegam a ocupar até 95% de seu espaço interno. Essas bolsas são os vacúolos, e eles mantêm a célula cheia, com a membrana plasmática sempre encostada na parede celular, mesmo que esta célula perca um pouco de água por osmose.

Os vacúolos também podem acumular nutrientes e outras substâncias importantes para a célula.



Anterior Início