Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Surgimento dos animais invertebrados

Ao mesmo tempo em que surgiram os fitoplâncton, também surgiram seres vivos unicelulares e eucariontes, porém não praticavam a fotossíntese. Estes seres foram classificados como protozoários, e apesar de ainda não serem animais verdadeiros, acredita-se que foram seus precursores.

Os primeiros animais surgiram no Proterozoico, há aproximadamente  600 milhões de anos. Os animais verdadeiros já possuíam tecido em vez de apenas uma única célula, e são no geral seres heterotróficos (não fazem fotossíntese).

O primeiro registro fóssil de animais foi encontrado em uma região que hoje se encontra a Austrália, chamada de Ediacara. Eram animais invertebrados com corpo mole que deixaram impressões nas rochas do local. Pouco tempo depois, muitos invertebrados surgiram em um local chamado Burgess Shale, onde hoje é situado um parque no Canadá. Lá, há 540 milhões de anos, era mar e houve o surgimento de uma grande diversidade de invertebrados. Nessa época surgiram os poríferos (esponjas), cnidários (medusas), artrópodes e outros.

Scott Orr/iStockphoto/Thinkstock/Getty Images
Fóssil de um trilobita, artrópode aquático já extinto


Poucos
invertebrados conseguiram se estabelecer no ambiente terrestre, pois na água os animais têm melhor controle de temperatura, maior facilidade para locomoção e um meio para dispersar seus gametas, dissolver os seus dejetos e encontrar os nutrientes necessários para a vida dissolvidos também. Os invertebrados que tiveram maior sucesso no ambiente terrestre foram os artrópodes, que com seu esqueleto externo ficaram mais independentes da água principalmente para se locomover.

Os artrópodes conseguiam se locomover devido às suas patas articuladas pelo seu esqueleto externo.



Anterior Início Próxima