Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Estudo dos gases

Lei de Boyle

“À temperatura constante, o volume ocupado por uma quantidade fixa de gás é inversamente proporcional à sua pressão.”

ou

As transformações gasosas que acontecem nessas condições são chamadas de isotérmicas.

A lei de Boyle não é obedecida com exatidão matemática na prática. Chamamos de gás ideal ou gás perfeito aquele que teoricamente obedeceria a essa lei com precisão matemática. Na prática, temos os gases reais, que são aqueles que tendem para gás ideal à medida que a pressão tende para zero e a temperatura tende para infinito (menor pressão e maior temperatura gás, mais próximo estará do conceito de gás ideal).

Lei de Charles e Gay-Lussac

Com base unicamente em resultados experimentais, esses cientistas verificaram que em volume constante, a pressão de uma quantidade fixa de gás varia linearmente com a temperatura do gás; e que em pressão constante, o volume de uma quantidade fixa de gás varia linearmente com a temperatura do gás.

Com a introdução da escala absoluta, as leis de Charles e Gay-Lussac foram assim enunciadas:

“A um volume constante, a pressão de uma quantidade fixa de gás é diretamente proporcional à temperatura absoluta do gás. A uma pressão constante, o volume de uma quantidade fixa de gás é diretamente proporcional à temperatura absoluta do gás.”

Pressão constante: ou
Volume constante: ou

As transformações gasosas nas quais a pressão do gás permanece constante são chamadas de isobáricas. Já as transformações gasosas em que o volume do gás permanece constante são chamadas de isocóricas, isométricas ou isovolumétricas.


Anterior Início Próxima