Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

O sistema ABO

Existem alguns tipos de proteínas presentes no sangue e principalmente na membrana das hemácias. Essas proteínas estão relacionadas com a tipagem sanguínea. Nos humanos, utilizamos o sistema ABO para caracterizar os diferentes tipos sanguíneos. Nesse sistema, existem as proteínas, chamadas de antígeno ou aglutinogênio, A e B. O sangue de um indivíduo pode possuir o antígeno A (sangue tipo A), B (sangue tipo B), ambos (sangue tipo AB) ou nenhum dos dois (sangue tipo O).

Para saber qual é o seu tipo sanguíneo, é feito um exame em que se tem o resultado em poucos minutos. Nesse exame, apenas duas gotas de sangue precisam ser coletadas. As duas gotas são posicionadas separadamente em uma lâmina e, em cada uma, é pingado um soro com anticorpos anti-A e anti-B. Se a gota de sangue apresentar pequenos coágulos aglutinados quando for exposta ao soro anti-A, ela apresenta o antígeno A, o mesmo para a gota com soro anti-B. Se ambas as gotas de sangue aglutinarem, o sangue é tipo AB, porém se isso não acontecer em nenhuma das duas, o sangue é tipo O.

adaptação arte


O fator Rh

Existe outro tipo de proteína que pode estar associado à membrana plasmática das hemácias de algumas pessoas. Essa outra proteína é conhecida pelo nome de fator Rh e também atua na classificação dos tipos sanguíneos. Quem possui essa proteína em seu sangue é conhecido como Rh positivo, e quando este antígeno é ausente, Rh negativo. Tanto o sistema ABO quanto o fator Rh são importantes da tipagem sanguínea; portanto, o sangue humano pode ser classificado de oito maneiras diferentes: A+, A-, B+, B-, O+, O-, AB+ e AB-.


Anterior Início Próxima