Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Diluição e mistura de soluções

Diluição de soluções

Diluir significa acrescentar apenas solvente a uma solução. Sendo assim, a quantidade de soluto permanece constante (veja na figura abaixo).

Gisele Toledo


Podemos concluir que, portanto, a concentração final é menor do que a inicial. Assim, quando fazemos uma diluição, mantemos a massa e o número de mols do soluto constantes.

Abaixo faremos um comparativo das concentrações antes e depois da diluição:


Antes da diluição
Depois da diluição
Podemos concluir que:

As misturas ocorrerão entre soluções com o mesmo solvente.

Mistura de soluções sem reação química


- Com mesmo soluto

Na mistura de soluções de um mesmo soluto não há reação química, as quantidades de soluto se somam. Veja as equações abaixo para a solução final:



A quantidade de soluto, a massa e o volume da solução final correspondem à soma de seus valores nas soluções iniciais.

- Com solutos diferentes

Ocorre, neste caso, uma diluição simples dos dois solutos, pois as quantidades permanecem as mesmas, porém dispersas em um volume maior. As concentrações finais, portanto, serão menores que as iniciais.

Se não for dado o volume final da mistura, devemos considerá-lo como sendo a soma dos valores iniciais.


Mistura de soluções com reação química

Para que a reação seja completa, as quantidades dos solutos presentes devem obedecer à proporção estequiométrica que corresponde à reação química, ou seja, a solução deve ter quantidades exatas para reagir ou haverá sobra de um dos solutos – caso a quantidade de um deles seja diferente.





Anterior Início Próxima