Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

O que é paisagem?

A paisagem pode ser definida como aquilo que nós vemos no espaço. É um conjunto de componentes, combinando vegetação, solo, água e até clima. O que conseguimos ver são resultantes de processos internos e externos da Terra.

Um exemplo é a imagem abaixo:


iStockphoto/Thinkstock


Existem várias condições de solo e clima que permitiram que a grama nascesse da maneira que ela se mostra na foto e que as árvores ao fundo crescessem do jeito que estão na imagem. A soma de todas essas condições é a foto, que, no caso, é uma paisagem.

No mundo, existem vários tipos de paisagens e elas mudam de acordo com o local, o clima e também com a influência humana local.

As paisagens não são estáticas, isto é, elas não são sempre as mesmas. Se você visitar um lugar e, anos depois, voltar ao mesmo local, a paisagem estará diferente. Isso acontece devido às mudanças das condições que a moldam.

Processos internos

A paisagem pode ser alterada por processos internos, que são resultado de movimentações e transformações da crosta terrestre. O movimento das placas tectônicas é um exemplo de processo interno.

Esse movimento pode resultar em várias novas feições no solo da paisagem, como falhas, fendas e dobras.

Além disso, o vulcanismo também é considerado um processo interno que modifica a paisagem, formando áreas que irão extravasar o magma contido nas camadas internas do nosso planeta. Esses são processos que modificam a paisagem em longo prazo.

LaurensT/Shutterstock
Vulcão Parinacota, Chile


Processos externos

Os processos externos modificam a paisagem moldando a superfície da Terra. Uma área com solo rochoso possui musgos, por exemplo.

Depois de um tempo, influenciada principalmente pelo clima, a vegetação muda e, em vez de musgos, começam a crescer samambaias em cima das rochas.

Esse processo se chama sucessão ecológica, um tipo de processo externo que altera a paisagem. Lixiviação, intemperismo e outros processos que alteram o solo também podem ser considerados como processos externos. Outro exemplo é a ação do vento em campos de duna.

Maxim Petrichuk/Shutterstock
Ação do vento em dunas em um deserto no Cazaquistão

JaySi/Shutterstock
Floresta Amazônica, Brasil


 


Alterações humanas também são consideradas processos externos de modificação de paisagem, uma vez que o homem pode retirar a vegetação de um local e construir um prédio no lugar ou plantar vegetais onde antes não eram encontrados. Os processos externos, em comparação aos internos, modificam a paisagem em um prazo mais curto.

leungchopan/Shutterstock
Foto da área urbana da ilha de Hong Kong





Anterior Início