Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Vanguardas russas - Suprematismo e Construvismo

O Suprematismo e o Construtivismo foram vanguardas russas que surgiram em 1915 e mantinham uma relação política, revolucionária. Foram influenciados pela Revolução de 1917.

Kasimir Malevich, artista que fundou o Suprematismo, defendia a abstração absoluta e estudava a estrutura funcional da imagem, em busca da forma perfeita. Essa pesquisa realizada pelo artista, utilizando formas puras, resulta em obras como Branco sobre branco, Quadrado preto sobre fundo branco, entre outras.

Fine Art Images/Getty Images
Pintura abstrata, Kasimir Malevich


Para Malevich, a função do artista deve ser espiritual e educativa e deve chegar até o povo utilizando órgãos públicos, como museus e escolas.

Malevich decretou o fim do movimento, em 1918, porque acreditava que já tinham sido esgotadas todas as  possibilidades de pesquisa.

Já o Construtivismo foi fundado por Vladimir Tatlin e eles defendiam a ideia de que todo tipo de arte tem o mesmo valor: pintura, escultura, arquitetura. Com isso, criavam obras utilizando materiais industriais, como o metal, vidro, plástico. Para o Construtivismo, a arte deve estar a serviço da Revolução. A ideia é que ela possa servir ao povo, fabricar coisas para a população.

Após a morte de Lenin, em 1924, Stalin assume o poder e proíbe a pesquisa da arte, que se limita apenas a servir o governo, com cartazes de propaganda política e cultural.



Anterior Início Próxima