Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Os hormônios

A palavra ‘hormônio’ significa pôr em movimento, estimular. Essas substâncias são produtos de diferentes glândulas do corpo humano e, quando produzidas, são liberadas para a corrente sanguínea. Cada hormônio tem uma ação diferente, voltada para um local diferente do corpo. Por isso, cada um possui uma célula-alvo, que será onde ele irá atuar. Essas células têm um receptor específico, que irá se ligar ao hormônio fazendo com que ele atue no lugar certo. A atuação dos hormônios acontece, principalmente, para manter o equilíbrio interno do corpo dos animais, fenômeno chamado de homeostase.

Saiba mais sobre os hormônios humanos.



O controle feito pelos hormônios é realizado por mecanismos de retrocontrole, positivos ou negativos. O retrocontrole é um mecanismo que faz com que seja interrompida a ação de um hormônio que está em excesso (negativo) ou que estimula um que está em falta (positivo).

As glândulas humanas

Os humanos possuem várias glândulas endócrinas e as principais são: a hipófise, a tireoide, o pâncreas, a adrenal (ou suprarrenal) e as gônadas (ovários nas mulheres e testículos nos homens).

A glândula hipófise, também chamada de pituitária, fica na cabeça e secreta hormônios importantes para a regulação da concentração de água no organismo; para o trabalho de parto e amamentação, no caso das mulheres; para o crescimento corporal; a inibição de dor e o controle de outras glândulas endócrinas.

A hipófise também produz hormônios que regula a atividade das células pigmentadas. Essa ação é importante em animais que se camuflam, como o camaleão.


A tireoide fica no pescoço e controla o metabolismo das células do nosso corpo. Quando uma pessoa tem problemas no funcionamento dessa glândula, ela pode ter hipotireoidismo. Esse problema faz com que a produção dos hormônios da tireoide fique baixa, assim o metabolismo celular também abaixa e a pessoa fica com facilidade para engordar. O contrário também pode acontecer: o hipertireoidismo é quando a glândula está funcionando mais do que o devido, que deixa a pessoa muito magra e agitada.

Grei/Shutterstock
O pâncreas
é um órgão próximo ao fígado, que produz uma substância chamada suco pancreático. A principal função dos hormônios liberados pelo pâncreas é controlar os níveis de glicose no sangue (glicemia). Um ser com problema na produção de um hormônio do pâncreas (a insulina) pode ficar com diabetes, por ter níveis muito altos de glicose no sangue.

As adrenais, ou suprarrenais, são glândulas que existem em pares e estão localizadas, como o próprio nome já diz, acima dos rins. É nessas glândulas que é produzido um dos hormônios mais conhecidos: a adrenalina. Além dele, as adrenais liberam outros hormônios que estão relacionados com emoção, estresse e também reabsorção de sais minerais pelos rins.

As gônadas são responsáveis pela secreção dos hormônios sexuais. Nos machos, são os testículos, e nas fêmeas, os ovários. Esses hormônios sexuais atuam no crescimento e desenvolvimento do corpo, principalmente nas características que diferenciam os dois gêneros. Os hormônios femininos também atuam preparando o corpo para a gravidez.


Anterior Início Próxima