Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Movimentação nos vegetais

As plantas não se locomovem, mas já percebeu como um girassol sempre está voltado para onde a luz do Sol incide? Ou plantas que nascem de ponta-cabeça, mas que se voltam para cima? Esses são casos de tropismo, que nada mais é que o crescimento da planta respondendo a algum estímulo, como o Sol ou a própria gravidade.

Sue McDonald/Shutterstock
Caso de geotropismo em uma planta carnívora
Existem tropismos que respondem à luz do Sol, o fototropismo, que é o caso dos girassóis, e tropismos que respondem de acordo com a gravidade, o geotropismo, que é o caso de plantas que nascem ‘ao contrário’ e ao longo de seu crescimento, elas mesmo se ‘viram’ para crescer normalmente.

O tropismo só acontece devido um hormônio da planta, a auxina. Relacionada com o crescimento, a auxina, também conhecida como AIA, é produzida nas pontas dos galhos da planta e é transportada até as raízes. A auxina age sempre em locais da planta que são menos iluminados. Por isso, o lado escuro cresce mais, fazendo com que a planta se curve para o lado iluminado – o fototropismo.

A auxina no ápice dos galhos tem função também de inibir o crescimento de outras ramificações. Isso pode ser comprovado quando podamos uma planta com frequência, pois retirando seu ápice, ela fica mais estimulada a desenvolver novas ramificações.

O crescimento das plantas

Vocês já devem ter percebido que existem plantas de diversos tamanhos, desde muito pequenas até árvores altas. Esse crescimento é relacionado a um hormônio chamado giberelina. A giberelina é produzida nas raízes e nos brotos das plantas, o que faz com que o caule e as folhas cresçam, mas não age sobre as raízes. O mesmo hormônio também age nas sementes, estimulando-as para que germinem.

Outros hormônios relacionados ao crescimento das plantas são as citocininas. Essa classe de hormônios estimula a divisão das células e, mesmo sendo produzidas nas raízes, são transportadas por toda a planta, como a auxina. Os dois hormônios atuam juntos, fazendo as células da planta se multiplicarem e se diferenciarem em caule, folhas e raízes. Portanto, por estimular a diferenciação celular, as citocininas têm importante papel no desenvolvimento das plantas, além de em seu crescimento. Além disso, a citocinina também estimula a germinação das sementes em conjunto com a giberelina, e o desenvolvimento das flores.


Anterior Início Próxima