Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

As crises balcânicas

Hemera/thinkstock/getty images
Após esses acontecimento a Guerra estava pronta!


Os nacionalismos foram se fortalecendo e aos poucos foram dando origem à revoltas. Assim se deu a crise balcânica, motivada principalmente pelo pan-eslavismo dos povos que compunham o impérío turco-otomano. Esses povos pretendiam a criação da “Grande Sérvia”. Contudo, esbarraram no imperialismo austro-húngaro, que o anexou a Bósnia.

O arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do império austro-húngaro, foi até Sarajevo assistir a um desfile militar. Nesse evento acabou assassinado por um jovem vinculado a uma organização nacionalista sérvia chamada Mão Negra. Isso aumentou as tensões entre os países europeus.

A Alemanha deu apoio á Áustria e intimou a Sérvia a formar uma comissão mista, na qual a Áustria também participaria para apurar o caso. Entretanto, com o apoio da Rússia, a Sérvia se nega a fazer essa comissão e envia suas tropas para a fronteira do império austro-húngaro. Estava formado o contexto da Primeira Guerra Mundial.

Esse evento foi o primeiro a colocar frente a frente, no campo de batalha, membros das duas alianças. No caso, a Rússia e sua aliada Sérvia pertenciam a Tríplice Entente; já o império austro-húngaro pertencia à tríplice aliança.



Anterior Início