Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A implantação do socialismo

iStockphoto/thinkstock/getty images
O socialismo chega a Cuba como uma resposta às agressões estadunidenses

No início, a Revolução Cubana não apresentava vínculo com o socialismo. Sua vinculação se deu de acordo com as circunstâncias impostas pelos EUA, a saber: embargo econômico, tentativas de invasões e incentivos à contrarrevolucionários.

O governo cubano demonstrou seus compromissos com a igualdade e justiça social, propôs a nacionalização de setores básicos e de empresas estrangeiras, a diversificação econômica, o fim do analfabetismo, ampliou os investimentos em saúde e educação e efetuou uma reforma agrária.
Essas medidas atraíram a ira dos estadunidenses, pois feriam diretamente seus interesses econômicos na ilha, o que fez com que o presidente Dwight Eisenhower aprovasse o Programa de ação encoberta contra o regime de Fidel Castro, que seria responsável pelos ataques do dia 15 de abril de 1961.

Após o bombardeio efetuado nas bases de Ciudad Libertad, San Antonio de los Baños e Santiago de Cuba, Fidel Castro assumiu, no discurso de homenagem às vítimas, o caráter socialista da Revolução Cubana.



Anterior Início Próxima