Busca  
  Arte   
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.  

Períodos da arte bizantina

Podemos dividir a arte bizantina em cinco períodos diferentes:

Constantiniano – início da arte bizantina. Foi quando os elementos das culturas greco-romana e oriental se uniram e foram utilizados na arquitetura, em mosaicos, afrescos e nos tecidos.

Justiniano – foi o auge da arte bizantina, no século VI, durante o reinado do imperador Justiniano.

O Templo de Santa Sophia, construída pelos arquitetos Antêmio de Tralles e Isidoro de Mileto, é uma das principais referências arquitetônicas desse período, que tem como característica o uso da decoração naturalista, ornamentos elaborados e a produção de esculturas de metal.

A iconoclastia imposta pelo império destruiu diversas obras desse período. No século IX, a arte voltou a usar imagens religiosas e eram usadas para catequização.

vvoe/Shutterstock
Interior do Tempo de Santa Sophia, na atual Turquia


• Macedoniano – é quando ocorre o ressurgimento da arte, depois da fase iconoclasta. Durante esse período, a construção das igrejas passou a ter uma hierarquia a ser seguida. As cúpulas, absides e as partes superiores eram preenchidas com figuras celestes, as partes intermediárias continham imagens da vida de Cristo e as partes inferiores tinham imagens de profetas e apóstolos.

Ainda nesse período, foram produzidas muitas esculturas de mármore. Foi nesse período também que a houve uma divergência entre o catolicismo romano e o bizantino. Em 1054, a Igreja Católica foi divida entre católica apostólica romana e ortodoxa.

• Comneniano – período no qual a arte está mais espiritual. Em 1204, Constantinopla sofreu uma invasão e diversas obras de arte foram roubadas e artistas fugiram para outras cidades. Por isso, a arte desse período influenciou a produção de diversas outras cidades, como a Rússia e os Bálcãs.

• Paleologuiano
– nesse período, houve um empobrecimento dos materiais e os afrescos passaram a predominar a produção artística, já que o custo era baixo e as imagens passaram a ser mais realistas e narrativas. Surge a Escola de Constantinopla.




Anterior Início Próxima