Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Efeitos colaterais

Igor Normann/Shutterstock
Dependência de anabolizantes e seus riscos

Os anabolizantes podem até aumentar os níveis respiratórios, resistência, força e a massa musculares, mas os efeitos colaterais que podem surgir com seu indiscriminado são, a curto e longo prazo, muito graves. Distúrbios comportamentais, endócrinos, cardiovasculares, hepáticos e musculoesqueléticos são alguns desses. Veja a seguir onde esses hormônios podem agir e quais suas consequências:

Local
Consequências possíveis
Externamente
Acne, amarelamento da pele e olhos, mau hálito e infecções.
Sistema nervoso central
Aumento da agressividade, impulsividade, náuseas, hiperatividade, insônia, cefaleia, depressão, libido alterado, euforia, apetite alterado, ansiedade, síndromes psiquiátricas, confusão mental e esquecimentos.
Sistema hormonal
Diminuição de níveis hormonais (tiroxina, triiodotironina, TSH, TBG).
Sistema musculoesquelético
Aumento de suscetibilidade a lesões de músculos e tendões; fechamento precoce das epífises, com consequente interrupção do crescimento dos ossos (em adolescentes).
Sistema cardiovascular
Retenção de sódio e água, obstrução dos vasos sanguíneos, aumento da pressão arterial, edema de tecidos, aumento do colesterol (diminuição de HDL e aumento de LDL), aumento de triglicérides, infarto, anginas, hipertrofia ventricular, aterosclerose, derrames e até morte.
Sistema hepático
Elevação das enzimas do fígado, hepatite, ruptura de vasos sanguíneos no fígado, carcinoma hepatocelular, hepatoma, icterícia colestática e câncer de fígado.
Sistema renal
Tumor de Wilms e elevação da creatinina.
Homens
Atrofia testicular, infertilidade, impotência, câncer de próstata, priaprismo (ereção prolongada), azoospermia (ausência de espermatozoides), diminuição da libido, desenvolvimento de tecido mamário e perda de cabelo.
Mulheres
Desenvolvimento de características masculinas, hirsutismo, infertilidade, alterações na voz, hipertrofia do clitóris, irregularidades menstruais, câncer e atrofiamentos dos ovários, redução da mama.



Anterior Início Próxima