Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Audição

Com a voz, a audição é um dos meios pelos quais conseguimos nos comunicar. O som é muito importante em nosso dia a dia, pois grande parte do nosso aprendizado envolve escutar o que os outros falam.

O som

Orelha externa, que inclui o canal auditivo. Sua função é captar o som e conduzi-lo ao tímpano
O som é uma forma de energia, assim como o calor e a luz. Ele, como onda mecânica, propaga-se pelo ar, pelas águas e pelos objetos. Quando é produzido, faz com que minúsculas moléculas do ar, da água ou de outro material vibrem ou balancem de um lado para outro.

O som é medido em decibéis. O som mais baixo que a orelha humana percebe é o de 0 dB. O som mais alto está por volta de 120 decibéis. Mas, nessa altura, o som já pode prejudicar a audição. O barulho de uma britadeira, a um metro de distância, mede aproximadamente 130 decibéis.


As partes da orelha

Esses ossículos amplificam o som captado pelo tímpano, propagando-o até os nervos auditivos, localizados na orelha interna
Assim como o olho é o órgão da visão, a orelha é o órgão responsável pela audição. Está dividida em três partes:

Orelha externa

Na entrada da orelha externa, está o pavilhão auditivo (conhecido popularmente como orelha), responsável por direcionar as ondas sonoras ao longo do canal auditivo. Funciona como se fosse um funil. O som é canalizado por um tubo e chega até uma membrana sensível – o tímpano. As ondas sonoras fazem essa membrana vibrar até chegarem à orelha média.

Orelha média

Abriga três pequenos ossos ligados entre si (martelo, bigorna e estribo) e as membranas que delimitam a orelha interna. Quando as ondas sonoras fazem vibrar o tímpano, este transmite as vibrações aos pequenos ossos, que as enviam para a orelha interna.

Orelha interna

Vem logo em seguida. Ela é preenchida por um líquido chamado linfa. Quando a orelha interna recebe as vibrações vindas do estribo – aquele último ossinho da orelha média – as vibrações se propagam por este líquido. Essas vibrações transformam-se em mensagens, que são enviadas ao cérebro, o qual, por sua vez, as percebe e interpreta.

Curiosidades da audição

• Em geral, pessoas que nascem com problemas de audição também têm dificuldades para aprender a falar, pois não conseguem ouvir o que os outros dizem.
 
• O cão possui audição muito mais desenvolvida do que a humana. Por isso, existe um tipo de apito, usado por treinadores, que emite um som tão agudo que parece não existir para nós, mas que os cães conseguem captá-lo.
 
• Em compensação, a audição dos golfinhos percebe sons tão agudos que nem os cães são capazes de escutar.
 
Fique ligado!
O som se propaga mais devagar que a luz e o calor. Podemos perceber isso quando ocorre uma tempestade e a luz que vem do relâmpago chega aos nossos olhos em frações de segundo. Já o barulho do trovão – que é produzido no mesmo instante e no mesmo local do relâmpago – demora mais tempo para chegar às nossas orelhas. Isso acontece pelas ondas terem naturezas diferentes: o som é uma onda mecânica, já a luz é uma onda eletromagnética.



Anterior Início Próxima