Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Hora da decoração

Agora que você já sabe como montar a base do aquário e quais os cuidados necessários com a água, é hora de caprichar na decoração da casa de seus futuros peixes.
Plantinhas aquáticas

Muita gente usa plantas de plástico. Mas as naturais, além de mais bonitas, oxigenam o aquário. Escolha algas como a Nitella e musgos como a Riccia, que servem de alimento para alevinos; samambaias d’água ou plantas ornamentais; e angiospermas aquáticas como a Elódea. Coloque-as quando a água do recipiente estiver pela metade: se o aquário estiver cheio, você não vai conseguir enfiar o braço na água para plantá-las sem fazer uma lambança. Enterre somente as raízes, nunca a planta em si, pois as folhas podem apodrecer no meio dos cascalhos e alterar a qualidade da água.

O lebiste é muito apreciado pelos aquaristas por seu aspecto colorido

Mil e um objetos

Você pode decorar seu aquário com pequenos tocos de madeira recolhidos em lagoas, rios ou represas.  Deixe-os de molho e vá trocando a água até ela sair limpa, para desinfetá-los. Nunca use tocos caídos da mata, madeira verde ou coletados de uma praia. Conchas ou corais são proibidos em aquários de água doce, pois alcalinizam a água — lembre-se do controle do pH! Sereias, cavalos-marinhos e outros enfeites de plástico vão do gosto de cada um.
 
Um pouco de luz

Não esqueça de providenciar uma lâmpada fluorescente para seu aquário, por ser uma boa fonte de luz fria. Existem lâmpadas específicas para o uso em aquários e o seu tamanho vai variar de acordo com o tamanho do aquário. A luminária deve ficar em cima do móvel e nunca no centro: assim, ela vai fornecer um jogo de luz e sombra adequado.


Anterior Início Próxima