Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

A indústria de alimentos

Corantes tornam os alimentos mais bonitos, mas nem sempre nutritivos
Nos dias atuais, a indústria de alimentos dispõe de métodos modernos que nos possibilitam consumir produtos que vieram de longe sem o receio de que estejam deteriorados e possam nos fazer mal.

Muitas comidas industrializadas estão cheias de aditivos alimentares, substâncias adicionadas aos alimentos para que se conservem por mais tempo ou então para melhorar o sabor. Servem também para dar cor e cheiro, para manter os ingredientes unidos e conservá-los secos ou úmidos.

De olho na saúde

Tem dia que você só quer comer salgadinhos, e a sua mãe, é claro, não fica nada satisfeita com isso.

Afinal, fora da categoria dos pais, mães, tias e avós, quase todo mundo gosta bastante de salgadinhos e adora aquele barulhinho de coisa crocante que eles têm.


Mas atenção! Sua mãe está coberta de razão quando insiste para que você coma outras coisas além dos salgadinhos.

Sobre isso, os especialistas dizem, por exemplo, que comer salgadinhos diariamente ou em horários próximos das refeições pode prejudicar sua alimentação.

Eles não possuem valor nutritivo e só devem ser consumidos em pequenas quantidades. Comê-los em grandes quantidades faz mal à saúde porque eles contêm muito sódio – um nutriente que, se consumido em excesso, pode causar pressão alta e inchaço.

Além disso, contêm gordura, que pode provocar obesidade e problemas cardíacos.

Mas nem tudo está perdido. Há aditivos naturais que já estão substituindo os químicos. Beterraba, açafrão, espinafre e urucum são usados normalmente para dar cor a outros alimentos.

Leia a composição dos alimentos e, sempre que possível, prefira os naturais.


Anterior Início Próxima