Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Afinal, o que é dengue?

O Aedes aegypti pode ser identificado pelas manchas brancas no corpo
Todo ano a história se repete: campanhas e mais campanhas contra a dengue, panfletos, casos da doença que não param de se multiplicar. Saiba o que é a doença e como age o mosquito.
 

Todo cuidado é pouco

A dengue é uma doença causada por um vírus do gênero Flavivírus. Entre seus principais sintomas estão febre alta por vários dias, dores de cabeça e nos olhos, náuseas, falta de apetite e manchas vermelhas pelo corpo. Esse mesmo vírus causa a dengue hemorrágica, versão mais potente da doença, que pode levar à morte. Os sintomas iniciais são os mesmos da dengue comum, mas depois de alguns dias acontecem sangramentos – principalmente no nariz, nas gengivas e no tubo gastrintestinal –, queda da pressão sanguínea e alternância de estados de sonolência e irritação. É impossível saber se uma pessoa infectada vai desenvolver dengue comum ou hemorrágica, mas pessoas que já contraíram a doença uma vez têm maiores chances de desenvolver dengue hemorrágica ao serem novamente contaminadas, apesar de que uma pessoa pode desenvolver a dengue hemorrágica na primeira infecção, mas este caso é raro. Por isso, todo cuidado para evitar a doença é pouco.

As larvas do mosquito se desenvolvem em água parada e limpa
Mosquitinho leva-e-traz

Uma pessoa contaminada pela dengue não transmite a doença para outras pessoas diretamente. Quem passa o vírus de uma pessoa para outra é um mosquitinho chamado Aedes aegypti (a pronúncia correta é 'edes egípti'). Ao picar uma pessoa doente, o mosquito suga o sangue contaminado com os vírus. Na próxima 'refeição', ele deixa o vírus em uma pessoa sadia, espalhando a doença. Se não tiver mosquito, o vírus não passa para outras pessoas, correto? Sim. Por isso, todas as campanhas de controle da dengue têm um único objetivo: destruir o Aedes aegypti. Parece fácil, mas na prática a situação está cada vez mais difícil. O número de mosquitos aumenta a cada dia e, com ele, o número de casos da doença em várias cidades brasileiras.

A dengue no Brasil
Os primeiros casos de dengue no Brasil foram registrados em 1916, em São Paulo, e em 1923, no Rio de Janeiro (Niterói), porém sem comprovação em laboratório. Entre 1981 e 1982, aconteceu a primeira epidemia comprovada clinicamente em laboratório, em Boa Vista, Roraima. A partir de 1986, ocorreram diversas epidemias registradas no Rio de Janeiro e em algumas capitais do Nordeste.


Anterior Início Próxima