Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Pressão sob medida

Adaptação arte
Em 1643, o cientista italiano Evangelista Torricelli
(1608-1647) escreveu uma carta a um amigo comentando suas experiências para provar que o ar é mais pesado e denso ao nível do mar e mais leve nas alturas. Ele mergulhou um tubo cheio de mercúrio e aberto num dos lados numa cuba também cheia de mercúrio. A abertura foi tampada com o dedo antes de o tubo ser mergulhado e, logo em seguida, destampada.

Torricelli observou que a coluna de mercúrio descia e se estabilizava quando atingia a altura de 76 centímetros (o tubo tinha 155 cm). Ele concluiu que a coluna parava nessa altura porque seu peso era equilibrado pela força que a pressão do ar exercia sobre o mercúrio que estava na cuba. Foi dessa maneira que o cientista descobriu como medir a pressão atmosférica e inventou o barômetro, um aparelho que serve para isso. Blaise Pascal (1623-1662), um cientista francês, fez a mesma experiência de Torricelli no monte de Puy-de-Dôme, um lugar situado em uma altitude maior. Comprovou então que, quanto maior a altitude, menor a coluna de mercúrio, porque a pressão do ar é menor sobre a cuba. Assim, sabemos que, a cada 100 metros de altitude, a coluna abaixa 1 centímetro no barômetro. Portanto, em um lugar situado a 300 metros de altitude, a pressão sobre a coluna de mercúrio será de 73 centímetros.


Anterior Início