Busca  
  Cultura Brasileira   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Caipora

O Caipora é protetor da fauna e da flora, originário da mitologia tupi-guarani. 'Caá', em tupi, significa mato, e 'pora', habitante. Por acreditarem que o Caipora não gostasse de luz, os índios entravam nas matas carregando tochas para espantá-lo.


Protetor das florestas
 
Com o corpo coberto de pelos e cabelos longos, o Caipora percorre a floresta montado num porco-do-mato. Em Minas Gerais e São Paulo, diz-se que ele mata de cócegas quem não tem fumo ou cachaça para lhe dar. Para quem lhe oferece esses produtos, retribui com caça abundante. Quem persegue ou mata animais prestes a dar à luz ou que amamentam seus filhotes pode ser castigado pelo Caipora. A pessoa "amaldiçoada" terá uma série de problemas e azares. Por esse motivo os sertanejos costumam chamar de Caipora quem não tem sorte.
 
Curiosidade
Quando os caçadores erram o tiro e acertam seu cão de caça, muitos culpam o Caipora pelo acidente, pois sabem que ele não gosta de animais que farejam a caça.
 
 
O habitante do mato
 
No Paraná e na região do Vale do Paraíba (SP), o Caipora é representado por um homem peludo; no Maranhão e em Minas Gerais, por uma caboclinha. Já em algumas regiões do Nordeste, o personagem é descrito como uma caboclinha com um olho só no meio da testa. Em Pernambuco, dizem que tem um pé só, redondo como um pé-de-garrafa, sempre acompanhado do cachorro Papa-Mel.

 


Anterior Início Próxima