Busca  
  Animais invertebrados   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Adaptação a ambientes diversificados

Os artrópodes são considerados os animais com as melhores estratégias de adaptação, pois podem ser encontrados em meios muito diferentes, como a água doce, o mar, a terra e o ar. Também sobrevivem em climas variados, como as regiões árticas ou os desertos mais áridos.
 
A Muda
 
O exoesqueleto é uma estrutura rígida que impede o crescimento do animal. Por isso, os artrópodes em fase de desenvolvimento livram-se de seu exoesqueleto anterior e o substituem secretando um novo, adaptado ao seu maior tamanho. Este processo recebe o nome de muda ou ecdise. Desta maneira, esses animais alternam os períodos de crescimento, nos quais fazem a troca do revestimento do corpo, com períodos estacionários, nos quais não há crescimento. A muda é um processo regulado por secreções químicas de glândulas específicas.
 

Órgãos sensitivos
 
Na região cefálica, os apêndices sofreram grandes modificações por causa das funções sensoriais e mastigativas que exercem. Em alguns grupos, também funcionam como pinças
Os artrópodes possuem diversas maneiras de perceber o ambiente ao seu redor. Uma delas é por meio das centenas de pelos sensitivos distribuídos pela superfície de seus corpos. Esses pelos possuem funções táteis e olfativas, além de conseguir perceber as mudanças de temperatura.
 
 
 
Os artrópodes, como as aranhas, possuem pedipalpos, que são apêndices especiais para capturar e manipular as presas. Já os insetos apresentam antenas, que também apresentam função sensorial.


Anterior Início Próxima