Busca  
  Animais invertebrados   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Os aracnídeos

Os aracnídeos se distinguem dos demais artrópodes por terem cabeça e tórax fundidos numa só peça, o cefalotórax, com quatro pares de pernas anexos. Nas aranhas, o abdome apresenta a fiandeira, uma glândula que secreta a substância com o qual constroem as teias para caçar suas presas, geralmente insetos. Os escorpiões têm na cabeça um par de apêndices muito desenvolvidos que terminam em pinças, com as quais capturam suas presas.
 
 
Os miriápodos

Os miriápodos (como são genericamente chamados os grupos de quilópodos e diplópodos) possuem um corpo alongado com um grande número de segmentos. Em cada segmento, apresentam um par de perna no caso dos quilópodos, ou dois, no caso dos diplópodos. Os representantes mais conhecidos do grupo são centopeias, lacraias e piolhos de cobra. Quando são molestados, alguns miriápodes, como as centopeias, enrolam-se sobre si mesmos para se proteger. A lacraia possui o primeiro par de apêndices na forma de unha, ligado a uma glândula produtora de veneno, que utiliza para se defender ou matar as presas.
 
 
Os insetos

Os insetos são artrópodes com uma grande diversidade de espécies. Sua cabeça apresenta um par de antenas, o tórax possui três pares de pernas e habitualmente não possuem apêndices no abdome.
 
A grande maioria dos insetos possui dois pares de asas membranosas, cobertas de pelos ou escamas. Em alguns grupos, como o dos escaravelhos, o primeiro par de asas se transformou numa capa dura. Esta cobertura esconde o segundo par de asas, utilizado para voar.

 


Anterior Início Próxima