Busca  
  Animais invertebrados   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Reprodução

Os ovos podem permanecer dentro do animal até um estado mais avançado de desenvolvimento, ou podem ser libertados para o exterior depois da fecundação. Ovos de Cepaea nemoralis
A reprodução dos moluscos é sexuada. A maioria tem órgãos reprodutores masculino e feminino separados, ou seja, são unissexuados ou dioicos. Já quando os dois gêneros ocorrem no mesmo indivíduo, o que também pode acontecer entre os moluscos, diz-se que eles são hermafroditas.

Nos organismos aquáticos, a fecundação das células sexuais é feita na água (fecundação externa), enquanto os organismos terrestres dispõem de órgãos especiais, chamados copuladores, que introduzem as células sexuais masculinas no corpo das fêmeas, no qual ocorre a fecundação.

Os moluscos põem ovos, de onde saem larvas que se desenvolvem e se transformam em indivíduos adultos.
 
 
Em alguns moluscos, o desenvolvimento é direto: do ovo desenvolve-se o filhote até o indivíduo adulto, sem passar por estágios larvais. Outras espécies podem apresentar estágios larvais (trocófora e véliger).
 
A alimentação
 
A alimentação dos moluscos é variada: eles podem ser herbívoros ou carnívoros. O aparelho digestivo inicia-se pela boca, que muitas vezes possui uma rádula (em caracóis, polvos e lulas) — espécie de língua com milhares de pequenos dentes com os quais o animal raspa e tritura o alimento.
  
Os moluscos possuem um estômago e um intestino que desembocam no ânus, além de um hepatopâncreas, órgão encarregado de secretar substâncias que facilitam a digestão.

 


 



Anterior Início Próxima