Busca  
  Animais invertebrados   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

A alimentação

Clique na figura e veja o ciclo biológico da Trichinella spirallis
Os nematelmintos podem se alimentar de uma grande variedade de microrganismos ou de pequenas partículas de animais ou vegetais. Alguns possuem pequenos "dentes" para triturar o alimento; outros têm, perto da boca, uma musculatura potente que lhes permite sugar o alimento.

Na forma parasita, o aparelho bucal serve para sugar os nutrientes de seu hospedeiro. Seu aparelho digestivo percorre o corpo - desde a boca, situada na extremidade anterior, até o ânus, situado na extremidade posterior.

Reprodução
 
A reprodução dos nematelmintos é sexuada. Os sexos estão separados em indivíduos diferentes e a fecundação é cruzada, ou seja, as células sexuais masculinas de um organismo se unem às femininas de outro. Possuem órgãos copuladores que servem para introduzir as células sexuais masculinas no corpo das fêmeas, onde fecundam as células sexuais femininas. Este sistema de fecundação é denominado interno, pois ocorre dentro do corpo da fêmea.
 
Os nematelmintos podem pôr muitos ovos, até milhões deles, dos quais saem pequenos até crescerem e se convertem em indivíduos adultos.

 
Os nematelmintos parasitas

O Oxyurus vermicularis e o Enterobius vermicularis parasitam o intestino de crianças pequenas, instalando-se perto do ânus e produzindo uma coceira intensa. São transmitidos pela ingestão de pequenos ovos encontrados em toalhas ou roupas contaminadas. As filárias (Wuchereria bancrofti) são outros parasitas que invadem os vasos linfáticos e produzem inchaço (edema) nas extremidades dos membros (braços e pernas). São transmitidas por mosquitos que vivem em regiões tropicais.
Estes insetos adquirem o parasita ao picar um animal contaminado e o transmitem
ao próximo animal picado.
 
Muitos nematelmintos são parasitas do homem e podem causar uma grande variedade de doenças.




Anterior Início Próxima