Busca  
  Cultura Brasileira   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Outros folcloristas

Vários outros estudiosos contribuíram com importantes obras sobre folclore. Conheça um pouco sobre eles.
 
Renato Almeida


O baiano Renato Almeida, autor de Inteligência do folclore, publicado em 1957, é considerado um dos maiores nomes ligados ao estudo do tema na década de 1940. Pesquisador e teórico, criou a Comissão Paulista de Folclore e cuidou da organização de comissões estaduais de folclore por todo o país.   
  



Rossini Tavares Lima

Rossini Tavares Lima foi responsável pela Comissão de Folclore em São Paulo, sendo de sua autoria diversos livros, entre eles Romanceiro folclórico do Brasil; Abecê do folclore; Folclore de São Paulo: melodia e ritmo; Folclore das festas cíclicas; O Folclore do litoral norte de São Paulo; e Folguedos populares do Brasil
   
 


 




Sílvio Romero e outros
 
Sílvio Romero, o primeiro grande organizador do estudo do folclore brasileiro, é autor de Contos populares do Brasil, lançado em 1822. Lindolfo Gomes escreveu Contos populares brasileiros (1918), classificando histórias do ciclo do preguiçoso, da onça, do Pai João e de Pedro Malasarte. Joaquim Ribeiro, historiador e linguista, publicou Folclore brasileiro em 1944 e Folclore dos Bandeirantes em 1946. Édison Carneiro, que atualmente empresta seu nome ao Museu de Folclore do Rio de Janeiro, era membro da Comissão Nacional de Folclore. Escreveu O folclore nacional, A sabedoria popular e candomblés da Bahia. A consagrada autora brasileira Clarice Lispector também publicou um livro sobre doze mitos e lendas nacionais, intitulado Como nascem as estrelas.


Anterior Início