Busca  
  Animais vertebrados   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Os crocodilianos

Os crocodilos são os maiores répteis existentes. O crocodilo do Nilo (Crocodylus niloticus) pode chegar a medir até 5 metros de comprimento
A este grupo pertencem os crocodilos e jacarés. Seu corpo é coberto por placas queratinizadas. O focinho é mais alargado e possuem mandíbulas com dentes potentes. As extremidades anteriores são mais curtas que as posteriores.

Quando se locomovem rápido, produzem movimentos laterais da cauda. Apresentam forma adaptada para tembém se locomoverem dentro d’água.
 
 
As tartarugas

As tartarugas caracterizam-se pelo corpo protegido por uma carapaça óssea, contendo o osso esterno (no ventre, que forma o que chamamos de plastrão) e as costelas (laterais) fundidas à coluna vertebral (em posição dorsal), dando esse formato abaulado. As mandíbulas, sem dentes, formam uma espécie de bico córneo, constituído de camadas reforçadas de proteína queratina que dão resistência para quebrar alimentos, mesmo sem a presença de dentes. Da carapaça saem os membros anteriores e posteriores curtos (às vezes com garras) e também a cauda.

É comum chamarmos todos os animais que possuem essa carapaça e esse formato típico de tartaruga, porém, as tartarugas vivem apenas no mar. As terrestres são os jabutis, e as que ficam em água doce, cágados. O nome correto para chamar todos esses animais é quelônios.

 
As tartarugas são ovíparas e depositam seus ovos em buracos ou ninhos e não os chocam. O próprio calor da terra funciona como uma chocadeira natural dos ovos.

Saiba mais

Tartarugas
 
A tuatara

É uma espécie primitiva com aspecto de lagarto que ainda sobrevive e habita galerias escavadas. Mede uns 70 centímetros de comprimento e é insetívora (que se alimenta de insetos) e carnívora. Tem os dentes anteriores muito grandes e afiados. É o único dos répteis atuais que não possui órgão copulador.

Sphenodon punctatus, conhecido pelo nome de tuatara, é um réptil encontrado em algumas ilhotas da Nova Zelândia. Existe há 350 milhões de anos, quando evoluíram as aves e os mamíferos.

 

Clique na figura para saber mais
Os grandes répteis

Os répteis apareceram no início do Período Carbonífero e atingiram o esplendor durante os Períodos Jurássico e Cretáceo. Eles colonizaram os oceanos, os continentes e também o ar. As extinções massivas das espécies aconteceram no final do Período Mesozoico.



Atualmente, os répteis estão reduzidos a quatro grupos: quelônios (tartarugas, jabutis e cágados), escamados (cobras e lagartos), crocodilianos (jacarés, crocodilos e gaviais) e esfenodontes (tuataras).



Os escamados

Neste grupo encontram-se os lagartos e as serpentes. A maioria dos lagartos é carnívora e terrestre (como o camaleão e a lagartixa), arborícola, escavadora e aquática (a iguana marinha de Galápagos, o único lagarto marinho ainda existente). As serpentes são ápodes (não têm membros locomotores) e se movem por ondulações laterais de seus corpos. A víbora, a píton, a cobra-d’água e a cobra-coral são alguns exemplos.


Anterior Início