Busca  
  Célula e tecido   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Toda célula tem uma mãe

As células foram observadas pela primeira vez em 1665 (século 17) pelo cientista inglês Robert Hooke. Ele percebeu que a lâmina fina de cortiça que examinava ao microscópio era formada por pequenas câmaras, às quais denominou células, por lembrarem as celas de um favo de mel.
Clique na figura e veja a composição de uma célula

No século 19, os biólogos alemães Theodor Schwann e Rudolf Virchow formularam os três postulados (enunciados que servem de base a uma teoria) da Teoria Celular: todos os seres vivos são formados por uma ou mais células; a célula é a unidade anatômica e funcional dos seres vivos; toda célula procede de outra preexistente, isto é, possui uma célula-mãe.


A cortiça é a parte exterior da casca de algumas árvores. É formada por um tecido de células mortas poroso, leve e impermeável. Na verdade, o que Robert Hooke observou foram espaços vazios deixados pelas células que morreram, mantendo o formato de suas paredes celulares. A parede destas células é impregnada de suberina, uma substância que faz com que sejam impermeáveis; com a impossibilidade de entrada de água na célula, ela morre. À esquerda, o desenho das observações feitas por Hooke da estrutura celular da cortiça, publicado em Micrographia (Londres, 1665).
 
Clique na figura e veja a parte externa de uma célula
As células têm diversas formas e tamanhos

A forma das células é decorrente da pressão exercida por outras células e das funções que executam. Desse modo, elas podem ter forma estrelada (a célula nervosa), bicôncava (a célula de um glóbulo vermelho do sangue) ou prismática (a célula da epiderme - camada exterior - da cebola), entre numerosas outras formas. O tamanho das células é muito variável e oscila entre os poucos micrômetros de uma bactéria até os centímetros da gema dos ovos.

Os orgânulos celulares

Os orgânulos celulares são estruturas localizadas no citoplasma que realizam funções específicas:

Membrana plasmática: envoltório que seleciona a entrada e a saída de substâncias da célula.

Retículo endoplasmático: conjunto de tubos, canais e sacos membranosos por dentro dos quais circulam substâncias fabricadas pela célula. Pode ser liso ou agranular (sem ribossomos) ou rugoso ou granular (com ribossomos aderidos à sua superfície externa). 

Aparelho de Golgi: conjunto de saquinhos membranosos, achatados e empilhados, cuja função é armazenar substâncias fabricadas pela célula.

Ribossomos: grânulos responsáveis pela fabricação das proteínas celulares. Podem ser encontrados livres no citoplasma ou aderidos às membranas do retículo endoplasmático.

Mitocôndrias: bolsas com dupla membrana onde ocorre a respiração celular.

Lisossomos: saquinhos membranosos que contêm enzimas digestivas. Digerem partículas vindas de fora ou estruturas celulares desgastadas pelo uso.

Centríolos: cilindros de paredes tubulares relacionados com o esqueleto da célula, com os movimentos celulares e com a divisão celular. Ausentes em células de plantas superiores (angiospermas e algumas gimnospermas).

Peroxissomos: bolsas membranosas (semelhantes aos lisossomos) que contêm enzimas oxidativas. Uma dessas enzimas, a catalase, decompõe a água oxigenada (H2O2), que é prejudicial à célula.

O formato das células costuma estar relacionado com as funções que desempenham. A forma bicôncava do glóbulo vermelho, por exemplo, possui uma superfície maior, para poder captar o oxigênio nos pulmões e para dispor de mais elasticidade no momento de passar por capilares de diâmetro menor.




O núcleo da célula organiza e controla as atividades celulares. No núcleo estão alojados os cromossomos que guardam a informação genética, conjunto das características próprias de cada indivíduo. Seu aspecto varia ao longo do ciclo celular (conjunto de todas as etapas pelas quais passa uma célula durante a sua vida). Quando a célula está em repouso, os cromossomos podem parecer uma massa emaranhada de filamentos. Quando a célula está se dividindo, eles se condensam, adotando a forma característica de bastão.


Anterior Início Próxima