Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

A diferenciação celular

Nos primeiros dias de vida, todas as células de um embrião são idênticas. Porém, o embrião se desenvolve rapidamente e se converte em um organismo constituído por tecidos diferentes (embora a informação genética seja conservada pela mitose). As células especializam-se por diferenciação: as novas células especializadas expressam apenas uma parte da informação genética total do indivíduo.

O glóbulo vermelho origina-se em células localizadas na medula vermelha dos ossos. A célula sanguínea se forma inicialmente com núcleo e organelas, que depois são perdidas para formar uma hemácia (de 7 a 8 micrômetros), uma célula sem núcleo repleta de hemoglobina e de forma bicôncava, características fundamentais para a realização de suas funções.


Para lembrar:
O mecanismo pelo qual uma célula passa de um estado de organização a outro mais complexo é conhecido como diferenciação celular.


Clique na figura para saber mais
A organogênese

A diferenciação de certos tecidos estimula a diferenciação de outros. Dessa maneira, as células estabelecem relações cada vez mais complexas entre si. A formação contínua de novos tecidos no embrião cria, progressivamente, zonas mais especializadas e independentes. Esses grupos de tecidos diferenciados formam os órgãos, que por sua vez juntam-se para formar sistemas.


Anterior Início Próxima