Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Métodos naturais (comportamentais) ou de percepção da fertilidade

Acervo
O método da tabelinha é bastante utilizado, porém não é confiável


S
ão métodos reversíveis que não necessitam do uso de nenhuma barreira física ou tratamento químico (hormonal), a maioria se baseando na observação e na análise de alguns sinais do corpo.


Abstinência e coito interrompido

O primeiro método contraceptivo natural utilizado foi a abstinência sexual, ou seja, não praticar o sexo com penetração. Também existe o coito interrompido, que consiste em o homem retirar o pênis alguns segundos antes da ejaculação, para esta acontecer fora do corpo da mulher.

Esse método é ineficaz, pois existem secreções que saem do órgão genital masculino antes da ejaculação que já contém espermatozoides, portanto, a gravidez pode acontecer.


Temperatura basal

Entre os métodos que se baseiam na análise de alguns sinais do corpo, existe o controle da temperatura basal corporal da mulher. O método consiste em a mulher medir sua temperatura oral todos os dias pela manhã, antes de fazer qualquer atividade e com um mínimo de 5 horas de repouso.

Tudo isso porque depois da mulher passar por seu período fértil, isto é, depois que ocorreu a ovulação, sua temperatura corporal tem um aumento de 0,3°C até 0,8°C. Portanto, a mulher pode medir diariamente sua temperatura e manter um gráfico de cada ciclo menstrual, sabendo exatamente os dias no qual está ovulando, sendo esses dias os mais prováveis para engravidar.

Os problemas com esse método são: se a mulher tiver alguma infecção ou até uma simples gripe, a temperatura dela irá aumentar, e então será difícil conseguir distinguir o período fértil. Outros fatores também alteram a temperatura basal: ingestão de bebidas alcoólicas, sono interrompido, perturbações emocionais, alimentação entre outras.

Temperatura basal corporal significa a temperatura do corpo em repouso.


Tabelinha

Um método muito conhecido é o da tabelinha, que se baseia em cálculos para saber quais são os dias que a probabilidade da mulher engravidar é maior. Para isso, temos que analisar o ciclo menstrual.

Quando a mulher está com seu ciclo devidamente regulado, o usual é que seu período fértil seja bem no meio do ciclo, entre o 12º e o 15º dia, contando como 1º o primeiro dia de menstruação.

Sabendo disso, a mulher mantém um calendário para saber quando evitar relações sexuais ou utilizar outro método contraceptivo.

Esse método é muito mais recomendado para mulheres que querem engravidar saberem quais os dias que elas possuem mais chances do que para mulheres que querem evitar a gravidez. Isso porque nem todas as mulheres possuem o ciclo menstrual regulado, principalmente as adolescentes. Por isso, não é considerado como um método eficaz.

Muco cervical (Billings)

Com base em observações de sinais corporais existe também o método do muco cervical, ou Billings, que consiste na identificação do período fértil da mulher com a observação de um muco que é secretado dentro da vagina.

Esse muco geralmente aparece de 2 a 3 dias depois da menstruação, e as características dele vão mudando ao longo do ciclo. No começo, ele é mais líquido, e depois vai adquirindo consistência e ficando com aspecto “grudento”.

Quando o muco atinge este estágio mais espesso, quer dizer que a mulher vai começar a ovular, então as relações sexuais devem ser interrompidas por no mínimo 4 dias.

Esse método também apresenta baixa eficácia, pois além de o padrão de muco de cada mulher ser individual, precisando então de muitos meses de observação para conseguir identificar o período fértil, qualquer alteração nesse padrão pode acontecer, por doença ou até por características próprias da mulher, como no caso das que possuem pouco muco.





Anterior Início Próxima