Busca  
  Ciências Naturais   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

A visão

Clique na figura para ver a anatomia do olho
A luz atravessa o cristalino (espécie de lupa que permite regular a nitidez da imagem) e o humor vítreo (líquido viscoso que mantém a pressão do globo ocular) para chegar à retina, que recobre o fundo do olho. Sobre a retina, os objetos formam uma imagem como em uma tela. A retina é um mosaico de 130 milhões de células nervosas sensíveis à luz. A imagem que se forma na retina está invertida – quem irá acertar a imagem e interpretá-la será o cérebro.

Cada célula da retina envia um sinal nervoso para o cérebro, de acordo com a intensidade e a cor da luz que recebe, por meio do nervo óptico. No cérebro, essa informação será processada.

Clique na figura e veja a anatomia do ouvido

A audição

O som é uma vibração do ar que, ao chegar na orelha interna, é canalizada e interpretada na forma de estímulo nervoso. A orelha externa permite a canalização das vibrações sonoras para o fundo do ducto, onde se localiza a membrana timpânica. O som faz vibrar o tímpano, que transmite essas vibrações para os ossículos. Estes, por sua vez, as retransmitem a uma segunda membrana que amplifica o som, a janela oval. Perto desse local existem canais cheios de líquido que entram em movimento por causa das vibrações da janela oval. Os movimentos do líquido são detectados pelas células sensoriais que transmitem os sinais para o cérebro por meio do nervo auditivo.

Para lembrar:
O movimento do líquido nos canais semicirculares permite também fornecer ao cérebro a informação sobre o senso de equilíbrio.


Anterior Início Próxima